Você está aqui:

Blog

Quem diria: cafés coreanos fazem sucesso no centro de SP

Autor: aki-comercio

Data: 22/06/2017

Na região central da capital paulista, os sabores da Coreia também atraem brasileiros. 

Por Nicole Wey. 

Bolo de chá verde, café com sorvete e salgado recheado de feijão doce. Apesar de não serem muito populares no Brasil, essas iguarias caíram no gosto de muitos paulistanos que frequentam o Bom Retiro, bairro na região central de São Paulo (SP).

Os cafés que oferecem comidinhas típicas coreanas se consolidaram nos últimos anos no bairro que abriga boa parte dessa comunidade. Dos mais de 17 mil coreanos que vivem em São Paulo, muitos têm encontrado na cidade uma oportunidade para abrir negócios.

São as cafeterias e as padarias que mais têm chamado atenção de coreanos e brasileiros. Na Rua Prates, uma das principais da região, estabelecimentos oferecem salgados e doces típicos do país asiático – muitos adaptados ao paladar brasileiro. É o caso do conhecido “bonpan”, que na Padaria BellaPan leva requeijão no recheio no lugar de queijo e manteiga.

Conheça três negócios que investiram em iguarias coreanas no Bom Retiro: 

Bellapan Bakery 

A padaria foi aberta em 2009 pela coreana Serafina Ahn. Neste ano, mudou de endereço e aumentou o espaço. “Eu ensinei as receitas para meus dois filhos e eles quiseram continuar no negócio”, conta a empreendedora.

A padaria ficou famosa por servir o tradicional bonpan, um salgado coreano que leva creme de café e amendoim na cobertura e é recheado com queijo e manteiga. Na versão brasileira, a família decidiu colocar requeijão no recheio, para não causar tanto estranhamento na clientela brasileira. Outra iguaria é o bolinho recheado com feijão azuki doce, ingrediente muito utilizado na culinária coreana. “Apesar de vendermos muitos pães, os bolos também fazem sucesso. O de chá verde com chantilly, por exemplo, agrada muito os adultos”, conta Serafina.

bonpan_bolnho

Uma das iguarias coreanas é o bolinho frito recheado com feijão doce (Foto: Nicole Wey). 

Segundo ela, 70% do público que frequenta a padaria são coreanos e a empresa testa novas receitas para atrair mais brasileiros. “Toda semana nós tentamos fazer alguma coisa nova para agradar aos diferentes públicos. À tarde, costumam vir muitos estudantes que saem da aula e, aos finais de semana, os clientes trazem a família, para tomar café da manhã”, diz. Os cafés variam de R$ 4 a R$ 8 e cada salgado ou pão custa em média R$ 5. Outro item muito pedido no cardápio que já faz parte da culinária brasileira é o açaí, servido no copo ou no pote.

Os salgados ficam dispostos em uma mesa no meio do salão, disponíveis para qualquer um pegar e comer no local ou levar para viagem, e os bolos, em uma vitrine refrigerada na entrada. A padaria ainda conta com uma área ao ar livre no fundo do salão, com mesas e guarda-sol.

Café Turismo Together

A cafeteria começou apenas como agência de viagem. Aberta em 2005 pelo turismólogo Osmar Kim, a empresa se consolidou no Bom Retiro e ficou conhecida entre a comunidade coreana. Em 2015, Kim resolveu expandir o negócio e abriu um café no andar de cima da agência.  A decoração conta com objetos que o proprietário trouxe de viagens e também com uma parede cheia de ilustrações de cafés com diferentes tipos e formatos.

Hoje, apesar da maior parte dos clientes frequentarem o local para fazer as cotações de viagem, quem vive na região já tem descoberto os quitutes que o café oferece. “Um ponto interessante é que o cliente pode ficar na parte de cima e tomar seu café enquanto um dos funcionários ajuda na parte de cotação das viagens. Não é preciso descer para a agência para programar a viagem”, afirma Esther Lee, uma das funcionárias da Together.

honey_bread

O Honey Bread é uma das opções de sobremesa do local (Foto: Divulgação). 

O carro-chefe do estabelecimento é o pão em forma de peixe, conhecido como Bungeoppang, feito com massa folhada e recheado com feijão doce. O local também oferece um cardápio extenso de bebidas, como chás e cafés gelados. “Entre as bebidas típicas coreanas que nós servimos está o Yujacha, chá gelado ou quente feito com casca de laranja conservada no mel, e o Yulma, servido com leite e creme de amendoim”, afirma Esther. O preço das bebidas varia entre R$ 5 e R$ 13.

Parte dos frequentadores são pessoas que estudam ou trabalham na região e decidem tomar um café à tarde ou até se encontrar para pequenas reuniões. Os copos vazios das sodas italianas e dos frapuccinos são usados como decoração em cima da vitrine dos doces, que também chama atenção pelos bolos decorados e pães.

Snow Fall Dessert Café

Também localizado na Rua Prates, o foco desse negócio é o sorvete. Aberto há menos de um ano no bairro, ele já ficou conhecido por oferecer o Sorbing, sorvete que parece neve, por conta do gelo triturado que é a sua base. “Ele é servido em taça e leva diferentes coberturas, as mais típicas são as de pó de soja e chá verde, mas também oferecemos sabores tradicionais como morango, café e bolacha”, afirma Pablo Nicolas Chun, que trabalha no local.

O estabelecimento chama a atenção pela decoração fria e prioritariamente clara, dando a impressão de estar dentro de um iglu. Os cardápios são escritos em coreano e em português e os pedidos são feitos no balcão. Em uma vitrine é possível ver os diferentes sabores de ice macarons. O Sorbing são feitos dentro da cozinha em uma máquina especialmente para produzir a sobremesa.

snow_ice

O Sorbing é feito de gelo triturado e é possível escolher mais de cinco sabores de cobertura no local (Foto: Nicole Wey). 

O sorvete típico custa R$ 17 ou R$ 23, dependendo do tamanho. O local também oferece sobremesas mais tradicionais como waffle com sorvete. Outra iguaria que é muito pedida são as bolachas de amêndoas, os macarons, recheados de sorvete. “A maioria das pessoas acaba vindo pelo ‘sorvete de neve’, mas muitos provam as outras opções também”, afirma Chun.

Agradecimento especial à Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Acesse:

http://revistapegn.globo.com/

Veja a matéria em:

http://revistapegn.globo.com/Empreendedorismo/noticia/2016/11/cafes-coreanos-fazem-sucesso-no-centro-de-sp.html

Abraços e até o próximo Post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter


Preencha os campos com seu nome e email, e receba as novidades sobre o Aki Comércio.

Fale conosco
Fale conosco
Dúvidas? Críticas? Sugestões? Estamos aqui para ajudá-lo!
Connecting...
Nenhum dos nossos operadores está disponível no momento. Por favor, tente novamente mais tarde ou envie uma mensagem clicando <a href=\"http://www.akicomercio.com.br/contato/\">aqui</a>.
Todos os nossos operadores estão ocupados. Por favor, tente novamente mais tarde ou envie uma mensagem clicando <a href=\"http://www.akicomercio.com.br/contato/\">aqui</a>.
Tem alguma dúvida? Envie para nós!
:
:
Essa conversa foi encerrada